A importância de um site para seu negócio

Se você é um empreendedor e já viu essa frase, imagino que já elaborou uma porção de desculpas sobre a necessidade de montar um site. Pois, eu digo: é IMPRESCINDÍVEL! E não é conversa de vendedor, até porque hoje existem dezenas de micro e pequenos empresários que constroem sua página na web sem auxílio de um webdesigner. Apesar de não recomendar essa prática, eles entendem que o website é seu próprio canal de comunicação com o cliente.

“Ah, mas é muito caro montar um site!”

Olha, não vou mentir, mas quando alguém vê o orçamento de um site que eu ou minha empresa faz, a pessoa pode reclamar um pouco. Aliás, acho que as pessoas gostam de reclamar de tudo sem avaliar a experiência e portfólio dos profissionais. No entanto, é preciso levar duas coisas em conta antes de qualquer coisa:

  1. Você sabe fazer um site? Tem conhecimento nos fundamentos de design? Sabe mexer, no mínimo, com HTML, CSS e Javascript (isso é o básico do básico)?
  2. Quantos sites você pretende fazer?

Técnicas de design para sites

Quanto ao primeiro item, se sua resposta à pergunta for “não”, é importante reavaliar seus conceitos sobre a elaboração deste projeto.

Apesar de hoje existirem plataformas que permitem a construção de sites, como WordPress, Weebly, Wix e outras, você precisa conhecer as limitações de cada plataforma e as suas também. Foi por isso que eu fiz outras duas perguntas no mesmo item, pois conhecer ao menos alguns princípios do design vai te ajudar a elaborar o projeto visual e, os conhecimentos técnicos de front-end, vão te ajudar a montar suas próprias soluções dentro destas mesmas plataformas, pois nem tudo elas vão disponibilizar pra você.

Se você tiver tempo sobrando, eu sugiro um curso ou você aprender a dominar algumas dessas técnicas. Outra sugestão é que você pode acessar meu blog pessoal, o Supermetas, onde eu elenco algumas dicas de design e criação de sites. Mas, como disse, você vai ter que separar um tempo para aprender tudo.

Um site é um bom retorno a médio prazo

Já no segundo item, vou mais quanto a indagação em relação ao custo do investimento. Vamos lá: se você for criar apenas um site, você tem que entender que ele vai funcionar durante 24h e as possibilidades de alcance dele são ilimitadas. Ele difere de outras técnicas de comunicação porque:

  • Você não vai gastar com impressão. O preço que gastaria com a impressão de panfletos, que têm um tempo de vida inferior, você pode elaborar um site que vai durar por meses ou anos.
  • Diferente das redes sociais, seu site não precisa obedecer a nenhuma regra. Assim, você não fica refém das políticas de nenhuma dessas empresas para criar sua própria estratégia de comunicação. O espaço é seu e quem faz as regras é você.

Sem contar que existem diversas formas de pagamento na criação de sites que não tornam o desenvolvimento oneroso para você. Então, pense bem se vale à pena criar um site para o seu negócio ou não.

Gostou desta publicação? Tem alguma sugestão de pauta?
Pode entrar em contato com a gente que estamos ansiosos pelo seu feedback.

Até a próxima!
😊

Klayton Georgio
Klayton Georgio
Sou formado em Comunicação Social, com habilitação para Jornalismo, pela Universidade Veiga de Almeida, e também possuo uma pós em Design Digital pela Estácio de Sá.

Deixe uma resposta

Entrar

Perdeu sua senha?

Criar uma conta?

gdpr-image
Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Ao usá-lo você concorda com a nossa Política de Privacidade.
Leia Mais